Fundação CASA reajusta salário e benefícios de servidores

Aumento, autorizado pela Comissão de Política Salarial do Governo, é de 10,33% a partir de março

 

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Comissão de Política Salarial (CPS), autorizou a Fundação CASA a reajustar os salários e os benefícios dos servidores em 10,33%, a partir de 1º de março de 2022. Na prática, a remuneração e os benefícios com o reajuste serão pagos a partir de abril.

O percentual corresponde à inflação registrada no Estado paulista entre março de 2021 e fevereiro de 2022, no cálculo realizado no Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (IPC-Fipe).

De acordo com a Comissão, como a Instituição empreendeu esforços de gestão para ajustar o orçamento ao longo do último ano à nova realidade do atendimento, não há necessidade de realizar medidas compensatórias.

“É o reconhecimento do Governo sobre o trabalho dos servidores em utilizar de forma mais adequadas os recursos”, afirma o secretário da Justiça e Cidadania e presidente da Fundação CASA, Fernando José da Costa.

“Desde 2004, a Fundação CASA anualmente forneceu reajustes aos seus funcionários, repondo as perdas ocasionadas pela inflação”, completa o secretário da Justiça. Apenas nos anos de 2020 e 2021 não ocorreram reposições por haver uma Lei Complementar federal que proibia a concessão de reajuste ou a modificação da remuneração de servidores públicos.

Benefícios

Os benefícios oferecidos pela Fundação CASA também terão o reajuste. O vale-refeição passa a valer R$ 590,50 (ante os R$ 535,25), enquanto o vale-alimentação sobe para R$ 220,66 (ante os R$ 200 atuais).

Como a incidência do reajuste é sobre o mês de março, a Divisão de Recursos Humanos (DRH) da Fundação CASA está empreendendo esforços administrativos para que esses benefícios pagos no início de abril venham com os valores já reajustados.

O auxílio-creche/berçário passa para o valor mensal de R$ 410,18 e o auxílio-funeral vai para R$ 2.112,53.

Compartilhe esta notícia: