UNICASA promove três formações nos 31 anos do ECA

No aniversário da promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente, a Fundação CASA tem cursos destinados aos servidores

 

A Fundação CASA, em comemoração aos 31 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, celebrado neste 13 de julho, por meio da Universidade Corporativa da Fundação CASA (UNICASA), promove o lançamento simultâneo de três cursos: Direitos Humanos e Socioeducação; Intervenções em Assertividade na Socioeducação; e Atenção à População LGBTQIA + na Socioeducação.

Todas as formações estão disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Todos os servidores da Instituição podem assistir, utilizando no acesso a chave específica de cada curso: dhs, para o de Direitos Humanos e Socioeducação; criar, para o de Intervenções em Assertividade na Socioeducação; e lgbt, para a formação Atenção a População LGBTQIA + na Socioeducação.

A nova edição do curso Direitos Humanos e Socioeducação, com 12 horas de carga horária, discute a construção gradativa dos direitos humanos, apontando os avanços, retrocessos, acertos e equívocos.

No primeiro tópico, dividido em duas seções, apresenta-se a Teoria Geral dos Direitos Humanos, com discussões sobre o conceito, a história e os mitos que o envolvem. Além disso, o servidor conhecerá as características dos direitos humanos, sua universalidade e as normativas internacionais, especialmente sob o olhar da socioeducação.

A partir do sistema jurídico brasileiro, é possível conferir as normativas internas que o regulamentam e sua aplicação no sistema de garantia dos direitos de crianças e adolescentes, com ênfase na abordagem sobre o sistema socioeducativo. O servidor poderá compreender a correlação entre a dignidade humana e os direitos humanos no atendimento socioeducativo ao adolescente autor de ato infracional.

Já no curso Intervenções em Assertividade na Socioeducação, o objetivo é oferecer ferramentas para os profissionais aprimorarem as intervenções de Psicologia, a fim de desenvolver comportamento assertivo junto aos adolescentes que cumprem medida socioeducativa na Instituição.

A formação foi desenvolvida em colaboração com a psicóloga Renata Teixeira Parapinski, do Grupo de estudos e intervenção com adolescentes em conflito com a lei. A carga horária é de 5 horas.

No curso Atenção a População LGBTQIA + na Socioeducação, com 5 horas de duração, o servidor encontra ferramentas para compreender a questão LGBT no contexto socioeducativo, além do acesso a possibilidades de atuação e manejo junto a adolescentes em atendimento na Fundação CASA.

A formação foi desenvolvida com o apoio das palestrantes Gabriella Oliveira e Marina Abagge Greca, do Projeto Guiar, ambas com formação em Psicologia.

Palestra pelo Teams

Nesta terça-feira, ainda em celebração aos 31 anos do ECA, a UNICASA realizou a formação on-line “Objetivos e atividades do profissional na Psicologia na Socioeducação”, com transmissão por meio da plataforma Microsoft Teams.

Participaram servidores indicados pelas oito divisões regionais. No bate-papo, a psicóloga Fernanda Bordignon Luiz, coordenadora do Projeto Guiar, buscou esclarecer como os profissionais da área podem aprimorar a capacidade em distinguir atividades de objetivos profissionais na socioeducação.

Compartilhe esta notícia: