CASA Bom Retiro promove concurso de beleza

No mês da Consciência Negra, jovem de Tatuí foi a vencedora na primeira edição do concurso no centro socioeducativo

 

O que ela mais ama na vida é a família. Aos 16 anos, vinda de Tatuí, no interior paulista, pretende ser veterinária ou seguir a carreira como médica pediatra. Seu sonho é viajar o mundo. Seus medos, de não ser feliz e de ter de encarar uma barata.

Assim se descreveu Jéssica (nome fictício), a vencedora do 1º Concurso de Beleza do CASA Feminino Bom Retiro, promovido na última sexta-feira (27), na cidade de São Paulo, em celebração ao mês da consciência negra.

A primeira edição do concurso foi uma estratégia de resgate da autoestima e valorização da ascendência africana, com a participação de 15 adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação. Das adolescentes em atendimento na última quarta-feira (25), 69,2% se autodeclaram pardas ou pretas.

Em segundo lugar ficou uma adolescente de Sorocaba, de 17 anos, e, em terceiro, uma jovem moradora da capital paulista, também de 17 anos.

O concurso contou com desfile das adolescentes, que utilizaram ou roupa de gala ou mais casual – conforme o próprio desejo e estilo. Cada participante teve uma apresentação sobre si, com fichas descritivas que continham a respectiva caraterística marcante elaboradas por elas próprias.

O júri, que escolheu a miss beleza negra, foi formado por servidores de diferentes áreas do centro socioeducativo e uma adolescente, representando o voto das jovens em internação. Também houve apresentação de dança de outras adolescentes da internação.

Ao longo do mês de novembro, todos os centros socioeducativos da Fundação CASA no Estado promoveram atividades reflexivas e de resgate sobre a trajetória dos negros, em geral, discutindo questões como preconceito, discriminação e racismo estrutural. O Dia da Consciência Negra foi celebrado no último dia 20.

Compartilhe esta notícia: