Em Comunicação Interna, áreas apresentam resultado e oferecem dicas úteis sobre uso do programa

 

A Assessoria de Inteligência Organizacional (AIO) e a Comissão de Avaliação de Documentos e Acesso (CADA), ambos da Fundação CASA, publicaram a “CI Circular AIO CADA 001/2021”, uma comunicação interna que traz orientações sobre o uso do Programa SP Sem Papel, do Governo do Estado de São Paulo.

A CI apresenta as estatísticas de utilização do SP Sem Papel na Instituição, desde a sua implementação em outubro de 2020. No total, já foram criados 12.675 documentos que contabilizam 55.806 páginas. Há 2.696 usuários cadastrados e foram realizados 3.568 cursos. A publicação ocorreu na última sexta-feira (22).

O documento ainda destaca a importância da redução de documentos em papel, além de trazer informações técnicas de uso, como produção de documentos de acesso restrito, abertura de processos, criação de documento híbridos e elaboração de novos modelos de documentos.

A CADA é um grupo permanente instituído em todos os órgãos do Governo do Estado, incluindo a Fundação CASA. A Comissão de Avaliação de Documentos e Acesso integra o Sistema de Arquivos do Estado de São Paulo (SAESP) e pé formada por profissionais multidisciplinares.

Na Instituição, a CADA atua como interlocutor do Arquivo Público do Estado para implementar a política relacionada à gestão de documentos, sejam eles impressos ou digitais.

Em outubro do ano passado, a Fundação CASA entrou na era digital com a implementação do Programa SP Sem Papel, do Governo do Estado de São Paulo, com o foco em reduzir/eliminar gradualmente o trâmite de papel no âmbito da Administração Estadual e no seu relacionamento com outras esferas de governo.