Santo André I e Chiquinha Gonzaga vencem o IX Torneio Estadual de Voleibol da Fundação CASA

Jovens em internação se tornaram campeões nas categorias masculino e do feminino após partidas decisivas na quadra do Sesc de Jundiaí

 

Com vitórias por 2 sets a 0 nos jogos finais, os adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação nos CASAs Santo André I, de Santo André, e Chiquinha Gonzaga, da capital paulista, venceram o IX Torneio Estadual de Voleibol da Fundação CASA, nas categorias masculino e feminino, respectivamente.

As partidas decisivas das semifinais e finais da fase estadual da 9ª edição do Torneio aconteceram na última quarta-feira (29) na quadra da unidade do Serviço Social do Comércio (Sesc), em Jundiaí.

A equipe do CASA Santo André I superou o time do CASA Jacareí em placares apertados: 25 a 21 e 26 a 24. Na semifinal, o time do ABCD paulista vencera a equipe do CASA Sertãozinho também por 2 sets a 0, com parciais de 25 a 18 e 25 a 13. A equipe de Santo André representou a Divisão Regional Litoral (DRL) no Torneio.

Já o time CASA Chiquinha Gonzaga ganhou da equipe das jovens do CASA Anita Garibaldi, de Cerqueira César, pelas parciais de 25 a 7 e 25 a 13. Antes, na semifinal, a equipe representante da Divisão Regional Metropolitana Sudeste (DRMSE) ganhara do time do CASA Feminino de Cerqueira César por 2 sets a 0, com parciais de 25 a 9 e 25 a 22.

Na fase estadual foram cerca de 80 adolescentes em internação de quatro centros masculinos – CASAs Jacareí, Santo André I, Sertãozinho e Rio Dourado – e de quatro centros femininos – CASAs Chiquinha Gonzaga, Feminino Bom Retiro, Feminino de Cerqueira César e Anita Garibaldi – que jogaram as semifinais e finais em busca dos troféus desta 9ª edição.

“A vitória no Torneio é um momento de alegria e de reconhecimento pelo desempenho em quadra, mas, mais do que isso, a participação de todos os adolescentes proporcionou momento de retorno à convivência comunitária, o que é parte importante na execução da medida socioeducativa”, avaliou o secretário da Justiça e Cidadania e presidente da Fundação CASA, Fernando José da Costa.

“O Torneio também incentivou os adolescentes a desenvolver habilidades, competências e valores que, às vezes, nem percebiam em si”, acrescentou o secretário da Justiça e Cidadania.

Houve ainda as disputas pelo terceiro lugar nas duas categorias. No masculino, o time formado por jovens internados no CASA Rio Dourado, em Lins, ganhou da equipe do CASA Sertãozinho por 2 sets a 0, com parciais de 25 a 18 e 25 a 13. No feminino, em disputa mais acirrada, o jogo chegou ao tie break, com vitória do CASA Feminino de Cerqueira César por 2 sets a 1, com parciais de 17 a 25, 25 a 14 e 15 a 10.

Sobre o Torneio

Desde maio, cerca de 800 adolescentes em medida socioeducativa de internação em 80 centros socioeducativos no Estado de São Paulo, de ambos os sexos, participam da 9ª edição Torneio, a primeira após a decretação da pandemia da Covid-19 – a última ocorreu em 2019.

A disputa masculina foi dividida em três etapas: a regional, em que os times dos centros socioeducativos de cada uma das oito divisões regionais disputaram a vaga representativa; a classificatória, em que, entre os oito classificados, saíram os quatro representantes para a fase estadual; e a estadual, na qual os quatro semifinalistas da categoria masculina jogam as partidas semifinais e finais.

Nas semifinais, o CASA Jacareí representou a Divisão Regional Vale do Paraíba (DRVP); o CASA Santo André I, a DRL; o CASA Sertãozinho, a Divisão Regional Norte (DRN); e o CASA Rio Dourado, a Divisão Regional Oeste (DRO).

Já na categoria feminina, as equipes foram direto para a fase estadual, uma vez que a Fundação CASA possui quatro centros socioeducativos no Estado destinados à internação delas. As equipes dos CASAs Chiquinha Gonzaga e Feminino Bom Retiro são da Divisão Regional Metropolitana Sudeste, enquanto os CASAs Feminino de Cerqueira César e Anita Garibaldi, representaram a Divisão Regional Sudoeste (DRS).

Nas partidas da fase estadual, venceram os jogos as equipes que conquistaram dois de três sets, de 25 pontos cada (ou até atingir a diferença de dois pontos no placar) – com exceção para o tie break (set desempate), de 15 pontos.

Compartilhe esta notícia: