Rio Turiassu tem mês de debates sobre direitos da Mulher

Em março, adolescentes participam de rodas de conversa temáticas com servidores dos setores pedagógico e psicossocial

Os adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação no CASA Rio Turiassu, no Complexo do Brás, na capital paulista, participam semanalmente, às terças-feiras, no mês de março de rodas de conversa temáticas sobre os direitos femininos.

A atividade, realizada em conjunto entre servidores das áreas pedagógica e psicossocial do centro socioeducativo, é em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 08 de março. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975 como marco de luta pela igualdade de direitos.

Nesta terça-feira (16), a discussão no grupo, que conta com oito adolescentes por semana, será sobre a Lei Maria da Penha, a Lei nº 11.340/2006, que criou mecanismos legais para coibir a violência doméstica e familiar contra as mulheres.

Na primeira roda de conversa, no dia 09 de março, a encarregada técnica do CASA, Catia da Costa, e a psicóloga Mirta de Santana Soares, do centro socioeducativo, abordaram o contexto por detrás da instituição do Dia Internacional da Mulher no dia 08 de março.

Elas ainda buscaram sensibilizar os rapazes sobre a importância do respeito e autocontrole emocional masculino quando ocorrer a decepção diante da negativa feminina a uma investida afetiva. Cada roda dura cerca de duas horas.

Compartilhe esta notícia: