Jovens dos CASAs Santo André I e II participam de oficina de artesanato

Arte em crochê promove efeitos positivos ao corpo e à mente

 

Os jovens que cumprem medida socioeducativa no complexo Santo André, pertencente à Divisão Regional Litoral (DRL), estão participando do curso crochetando, oficina de crochê com cunho terapêutico.

A atividade é disponibilizada com o intuito de promover o bem-estar dos jovens, já que estimula a criatividade e serve ainda para aliviar a ansiedade. Um total de 30 adolescentes estão participando das aulas.

Por meio da arte manual, os jovens confeccionaram peças decorativas  como tapetes, porta rolos, centros de mesa, entre outras.

O curso é ministrado pela agente educacional Zélia Dupin Casado Chagas, no CASA Santo André I, e pela pedagoga Raquel Correia da Silva, no CASA II. A oficina contou ainda com o apoio da juíza da Vara da Infância e da Juventude de Santo André, Soraia Lorenzi Buso, que ofereceu materiais necessários para a produção do artesanato.

Compartilhe esta notícia: