Fundação CASA realiza II Torneio Estadual de Damas On-line

Etapas regionais começam nesta sexta-feira (11); jovens da DRMSE, DRL, DRMC e DRO disputam as vagas classificatórias

 

A Fundação CASA promove no mês de março a segunda edição do Torneio Estadual de Damas On-line, em que adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa de internação disputam jogos virtuais, por meio da plataforma https://lidraughts.org/.

A partir desta sexta-feira (11) começam as etapas regionais, em que adolescentes de cada divisão regional disputam 30 vagas para a etapa estadual. Nesta sexta, às 14h, jogam cerca de 210 jovens em internação e internação provisória em 40 centros de quatro divisões regionais: Metropolitana Sudeste (DRMSE), Metropolitana Campinas (DRMC), Litoral (DRL) e Oeste (DRO). Eles tentam as 120 vagas destinadas às quatro administrações localizadas.

“A competição é um meio de aliar o estímulo pedagógico ao raciocínio lógico e rápido que o jogo pede à inclusão digital dos adolescentes atendidos”, afirma o secretário da Justiça e Cidadania e presidente da Fundação CASA, Fernando José da Costa.

As partidas acontecem a partir de computadores com acesso à internet nos centros socioeducativos. O Torneio não possui separação de gênero ou categorização de modalidade.

O sistema de disputa é similar ao suíço, utilizado no xadrez, em que o número de partidas é pré-estabelecido conforme o número de participantes.

As disputas do Estadual acontecem no dia 25 de março, quando 240 jovens – 30 representantes de cada divisão regional – tentam o troféu do Torneio.

Disputas locais

Na capital, serão disputadas partidas entre 45 adolescentes, de ambos os sexos, em internação ou internação provisória em nove CASAs: Rio Tâmisa, Juquiá, Topázio, Itaparica, Rio Tocantins, Chiquinha Gonzaga, Bom Retiro, Itaquera e Ruth Pistori. Os centros são subordinados à DRMSE.

Os 15 primeiros classificados da Divisão Regional Metropolitana Sudeste receberão medalhas, além de ser concedido troféus de melhor jogador e melhor jogadora.

Já na DRMC, são 36 jovens em internação em 11 centros socioeducativos que jogam. Os CASAs participantes são: Jacarandá, Novo Tempo, Tapajós e Manacá da Serra, em Franco da Rocha; Campinas e Maestro Carlos Gomes, em Campinas; Limeira e Morro Azul, em Limeira; Mogi Mirim e Laranjeiras, em Mogi Mirim; e Rio Piracicaba, em Piracicaba.

Haverá distribuição de prêmios, com medalhas para os dez primeiros colocados. Entre os classificados da Divisão Regional Metropolitana Campinas, haverá ao menos um adolescente representante de cada um centro participante.

Entra os dez centros socioeducativos do ABCD Paulista e do Litoral, pertencentes à Divisão Regional Litoral, são cerca de 50 adolescentes que tentam se classificar nas 30 vagas.

Eles estão em internação ou internação provisória nos CASAs Mauá; Santo André I e II, em Santo André; São Bernardo I e II, em São Bernardo do Campo; Peruíbe; Praia Grande I e II, em Praia Grande; Diadema; Guarujá; e Vila de São Vicente, em São Vicente.

A premiação da DRL prevê a entrega de medalhas para os três primeiros colocados e certificados de participação para todos, independentemente da classificação.

A Divisão Regional Oeste é a administração localizada com maior número de jogadores em disputa regional no dia: são 80 adolescentes, internados ou internados provisoriamente em dez centros socioeducativos.

Nas disputas, os jovens representam os CASAs Araçá e Araçatuba, de Araçatuba; Marília; Presidentes Bernardes; Rio Dourado e Vitória Régia, de Lins; São José do Rio Preto; Irapuru I e II, de Irapuru; e Alexandre Thomé de Souza, de Mirassol. Os classificados serão aqueles que estiverem nas 30 primeiras colocações no ranking do sistema.

Compartilhe esta notícia: