Fundação CASA participa do Dia Mundial da Atividade Física

Centros socioeducativos no Estado desenvolvem práticas para melhorar qualidade de vida; data é celebrada em 06 de abril

 

Com base na filosofia de que a qualidade de vida melhora com a prática diária de 60 minutos de atividade física, consecutivos ou acumulados, a Fundação CASA participa do Dia Mundial da Atividade Física, celebrado nesta quarta-feira (06).

Em 2022, com o tema “Mover para Viver”, adolescentes em internação e internação provisória, além de servidores, em centros espalhados pelo Estado, são incentivados a praticar atividades físicas diferenciadas da rotina, com orientação dos profissionais de Educação Física. Na Fundação CASA, a iniciativa acontece entre os dias 04 e 08 de abril.

“A realização de práticas diferenciadas da rotina estimula os jovens e os servidores a discutir e refletir sobre como a adoção de um estilo de vida mais saudável e ativo é importante”, avalia o secretário da Justiça e Cidadania e presidente da Fundação CASA, Fernando José da Costa.

Tanto na internação quanto na internação provisória, os adolescentes em atendimento na Fundação CASA possuem atividades de esporte, Educação Física e lazer na agenda pedagógica, que acontecem, em geral, duas vezes por semana.

No Estado de São Paulo, o Dia Mundial da Atividade Física é celebrado em projeto desenvolvido desde 2005 pela Secretaria de Estado da Educação em parceria com o Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (CELAFISCS), com apoio da Secretaria de Estado da Saúde.

Na edição de 2021, 2.071 adolescentes atendidos em 64 centros socioeducativos da Fundação CASA e servidores participaram de alguma atividade física alusiva à data. Foram 1.792 jovens e 279 servidores envolvidos em 165 atividades diferenciadas, como tênis de quadra, condicionamento físico, dança, slack line, entre outros.

Na Instituição, o Dia Mundial da Atividade Física é organizado pela Gerência de Educação Física e Esporte (Gefesp), que anualmente incentiva os profissionais de Educação Física e setor pedagógico a realizar a ação nos centros de atendimento para uma vida mais saudável.

Compartilhe esta notícia: