CASA Rio Turiassu aborda saúde mental em palestra

Adolescentes e servidores participam de diálogo com integrante da Rede de Saúde mental e Economia Solidária

 

Os adolescentes em internação provisória e internação sanção e servidores do CASA Rio Turiassu, no Complexo do Brás, em São Paulo, assistem na próxima segunda-feira (30), a partir das 15h, a uma palestra sobre saúde mental e economia solidária.

O diálogo será com a fisioterapeuta Iris Smaniotto Roschel Rotger, integrante da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária desde 2015. A palestrante trabalhou no Instituto Redes para o Desenvolvimento e integra o Coletivo Ybyatã, como acompanhante terapêutica.

A Rede é um movimento social organizado, em que atuam serviços de saúde mental, profissionais da área, além de usuários dos serviços de saúde mental e empreendimentos de economia solidária.

O foco da palestra é apresentar e discutir experiências de inclusão, por meio do trabalho, de pessoas com transtornos psiquiátricos, o que passou a ser possível após a Reforma Psiquiátrica, com a Lei nº 10.216/2001. Na Reforma, os antigos manicômios e hospícios foram gradativamente substituídos por Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) em todo o país.

De acordo com o Ministério da Saúde, os CAPs são espaços de “acolhimento de pacientes com transtornos mentais”, com tratamento não-hospitalar, prestando assistência psicológica e médica para que a pessoa retorne ao convívio em sociedade. Esses espaços integram o Sistema Único de Saúde (SUS).

“A abordagem será para mostrar que a economia solidária e a saúde mental vêm possibilitando existir um propósito de uma sociedade solidária e inclusiva”, afirma a encarregada técnica do CASA, Catia dos Santos Costa.

Segundo a encarregada, trazer o tema para debate dentro do centro socioeducativo é um meio de mostrar a adolescentes e servidores a importância do tema da saúde mental no cotidiano, procurando desmistificar preconceitos e preconcepções. Um deles é de que o CAPs se destina a pessoas “loucas”.

“No Centro de Atenção Psicossocial podem se tratar pessoas com diferentes problemas de saúde mental, que pode ser de um transtorno de ansiedade até casos mais graves”, afirma Catia.

O tema da saúde mental já está presente no CASA Rio Turiassu há mais de dois anos, antes do início da pandemia da Covid-19. Os adolescentes atendidos participam de rodas de conversa quinzenais com assistente social e psicóloga, com o objetivo de apresentar as questões que envolvem a saúde mental e ser um espaço em que possam expressar suas angústias e ansiedades.

Economia solidária

A economia solidária é um tipo de modo produtivo baseado numa proposta horizontal, de igualdade entre os participantes, sem a exploração do trabalho e focado na sustentabilidade do meio ambiente.

A proposta abarca uma diversidade de práticas econômicas e sociais baseadas em cooperativas, associações, clubes de troca, empresas autogestionárias, redes de cooperação, entre outras. Esses empreendimentos produzem bens, prestam serviços, realizam finanças solidárias, praticam trocas e comércio justo, além de consumo solidário.

Compartilhe esta notícia: