CASA Itaquera valoriza vida com debate, arte e desfile

Com as temáticas do Setembro Amarelo e da primavera, adolescentes apresentaram músicas e elevaram autoestima no CASA Itaquera Fashion

 

A chegada da primavera e a valorização da vida permearam as atividades pedagógicas do CASA Itaquera no mês de setembro. O auge foi no CASA Itaquera Fashion, ocorrido na última sexta-feira (17), em que cerca de 70% dos adolescentes que cumprem medida socioeducativa no centro da zona Leste de São Paulo desfilaram autoestima e espalharam mensagens de bem-estar e bons motivos para viver, regados a apresentações de arte e cultura.

O evento, ocorrido em horários distintos nos módulos A e B, mais do que um desfile de beleza, foi uma passarela de simpatia dos adolescentes, que deixaram mensagens de esperança, amor e outros sentimentos que valorizam a vida. No contexto, os temas do Setembro Amarelo – de valorização da vida e prevenção ao suicídio – e a chegada da primavera.

O júri foi composto por representantes da Diretoria de Ensino e da escola vinculadora. Em cada período e módulo foram eleitos os três primeiros “mister simpatia”: mais do que beleza, contou o carisma e a profundidade da mensagem de valorização da vida deixada.

Entre os desfiles dos rapazes, outros adolescentes apresentaram produções artísticas: as canções “Primavera”, do cantor Tim Maia; “Tá Escrito”, do grupo de samba Revelação; “California Dreamin”, do grupo The Mamas & The Papas; “Is This Love”, do cantor Bob Marley; teatro; e dança.

A condução do desfile ficou a cargo da encarregada Administrativa do CASA, Patricia Nalin das Neves, idealizadora do evento, e do agente educacional Walter Soares de Souza. “Foi empolgante! Os adolescentes estavam felizes em participar, deixando mensagens lindas de valorização da vida no final de cada passagem na passarela”, avaliou a encarregada.

“Foi muito divertido! Os rapazes compuseram os próprios look para desfilar”, contou o coordenador pedagógico do CASA Itaquera, Irwing Henrique Silva.

Antes

O planejamento de tudo começou no final de agosto. A equipe pedagógica do CASA, aliada com os professores da escola vinculadora E.E. Professora Maria Ferraz de Campos, de Itaquera, juntaram os esforços e, já no início de setembro, deram início ao desenvolvimento das atividades formativas com os adolescentes, no período escolar e contraturno, e com os servidores das equipes de referência.

Os professores, nas diversas disciplinas, mostraram a origem da primavera, montagem da árvore genealógica com brotos de feijão e construção de jogo matemático de potência.

No período, ainda houve cine-debate, roda de conversa e uma espécie de “dinâmica do bem-estar” com todos os servidores e adolescentes.

Na iniciativa, cada adolescente e funcionário presente no debate recebeu um balão que continha um comando, que poderia ser um aperto de mão ou elogio a outra pessoa. Após estourar, a pessoa executava o comando, sem repetir a escolha, de forma que todos receberam ao menos um aperto de mão ou um elogio.

Compartilhe esta notícia: