Adolescente da Fundação CASA participa de reunião da Câmara Jovem Caraguatatubense

Antônio (nome fictício) assistirá à sessão ordinária vislumbrando abrir caminho representativo para jovens internados

 

A experiência de observar o processo democrático é o primeiro passo que o adolescente Antônio (nome fictício), de 15 anos, que cumpre medida socioeducativa de internação no CASA Caraguatatuba, na cidade do Litoral Norte paulista, dá nesta quarta-feira (23), ao assistir a uma sessão ordinária da Câmara Jovem Caraguatatubense, a partir das 14h.

O objetivo é que o adolescente não só represente na plateia os outros jovens hoje internados no centro socioeducativo da Fundação CASA, como também sirva de inspiração para a eleição de um representante do CASA para esse parlamento instituído pelo Programa Jovem Legislador, da Câmara Municipal de Caraguatatuba.

A Câmara Jovem é formada por estudantes regularmente matriculados em escolas públicas e particulares no município, com objetivo de oferecer lições de cidadania e democracia com a vivência do processo democrático.

A iniciativa acaba sendo um canal de comunicação entre a população jovem local e o Poder Legislativo, contribuindo para que conheçam o funcionamento da democracia representativa, o papel realizado pelo Poder Legislativo e o processamento e elaboração de leis municipais.

“A democracia é o caminho civilizatório que precisa ser ensinado e vivenciado, inclusive pelos adolescentes atendidos na Fundação CASA”, avalia o secretário da Justiça e Cidadania e presidente da Fundação CASA, Fernando José da Costa. “Os jovens saem do papel de apenas destinatários dos direitos para também serem os interlocutores para a sua garantia”, completa.

Atualmente, a Câmara Jovem está na sua 4ª legislatura, retomada em 2022 – a última legislatura ocorreu entre os meses de abril e dezembro de 2019, antes da decretação da pandemia de Covid-19.

Compartilhe esta notícia: