Por: Assessoria de Imprensa | Publicado em: 16/11/2020 20:04:45

Adolescentes em internação em centros de São Paulo e Osasco participaram de debates diversificados

 

O clima das eleições municipais de 2020 também contagiou as atividades pedagógicas aplicadas pelos servidores de centros socioeducativos do Complexo Raposo Tavares e da cidade de Osasco, pertencentes à Divisão Regional Metropolitana Noroeste (DRMNO).

Entre o final de outubro até à véspera do pleito, realizado no último domingo (15), os jovens compreenderam a formação e funcionamento do sistema político, assistiram a debate dos candidatos à Prefeitura de São Paulo – e discutiram depois – e ainda simularam votações.

No CASA Vila Leopoldina, na capital paulista, os professores da escola vinculadora apoiaram com o envio de conteúdo pedagógico aplicado pelos servidores da Fundação CASA, em que abordaram a história do voto no Brasil e a natureza e função dos cargos eletivos. Os adolescentes ainda assistiram, ao longo dos dias, o horário político na televisão para conhecer os candidatos.

Ainda na cidade de São Paulo, no CASA Pirituba, em outubro, os profissionais de Educação Física Paulo Gerônimo e Romildo de Santana ministraram palestra para os jovens sobre o direito ao voto e as perspectivas para o município, motivando debate com os servidores.

Já o CASA Osasco I, em Osasco, na Região Metropolitana de São Paulo, entre o final de outubro e a semana das eleições municipais, os adolescentes participaram de rodas de conversa sobre as funções de vereador e prefeito, além de refletir sobre o resgate do papel e o protagonismo do cidadão no processo eleitoral.

Complexo Raposo

Em algumas oficinas, os adolescentes em internação no CASA Nogueira, interagiram em atividades pedagógicas que discutiram a origem da Justiça Eleitoral, o funcionamento do processo de escolha do representante por meio do voto, as diferenças entre os tipos de eleição (nacional, estadual e municipal), as funções dos cargos em disputa, a motivação para o voto ser secreto, entre outros. No final, simularam uma votação em uma urna confeccionada por ele próprios.

No CASA Jatobá, os jovens assistiram ao primeiro debate transmitido pela TV aberta entre todos os candidatos à Prefeitura de São Paulo, em atividade direcionada pela equipe pedagógica, com apoio de servidores da segurança, seguida de discussão e reflexão sobre as propostas apresentadas no programa televisivo.

Nos dois módulos do CASA Nova Aroeira, os adolescentes assistiram ao longo dos dias a propaganda eleitoral gratuita, para conhecer um pouco sobre os candidatos à Prefeitura de São Paulo e à Câmara Municipal. Rodas de conversa sobre as funções e naturezas de cada cargo em disputa também estiveram na programação, cujas discussões foram aprofundadas em debates entre os rapazes sobre as propostas e a importância do voto. No final, simularam a votação em uma urna adaptada.

O CASA Ipê, por sua vez, as discussões envolveram a compreensão das funções dos cargos em disputa, além da realização de uma eleição interna fictícia, em que os adolescentes montaram chapas e concorreram aos votos.