Por: Assessoria de Imprensa | Publicado em: 17/03/2020 15:10:02

Conquista da vaga, por meio de programa de aprendizagem do CIEE, aconteceu quando ele ainda estava na Fundação

 

O jovem Marcos (nome fictício) de 18 anos continua a percorrer o caminho da mudança de vida que ele traçou lá em 2018. Naquele ano, o adolescente estava cumprindo medida socioeducativa no centro da Fundação CASA Araçá, de Araçatuba, por conta de um roubo.

Lá, ele decidiu que teria de mudar e pediu ajuda para sua equipe de referência: queria ser encaminhado para o seu primeiro emprego.

Com o apoio do centro, em articulação com o Centro de Integração de Integração Empresa-Escola (CIEE), Marcos participou de um processo seletivo para uma vaga de jovem aprendiz em uma fábrica de lava-roupas e bebedouros.

Passou por todas as etapas e foi aprovado. No mesmo ano de 2018, no mês de março, Marcos deixou o centro socioeducativo e continuou se dedicando aos estudos e ao programa de aprendizagem.

Dois anos depois, o jovem conquistou sua primeira assinatura em carteira, como efetivo e ainda realizou um sonho: tirou sua habilitação para poder dirigir. Agora, ele segue em seu objetivo, que é ser um exemplo de que a recuperação é possível.

De acordo com o diretor do CASA Araçá, Cristiano Pires, o jovem também se transformou em um exemplo para os demais adolescentes do centro. “Sempre menciono a história do Marcos, pois hoje ele está super bem, se superando. Esperamos que muitos mais se inspirem na força de vontade dele para seguirem em frente”, concluiu.